Os 3 Enigmas, ou mais…

Não há nada para mim, mais valioso, que a simplicidade e sinceridade. Naquele dia 21 de dez de 2020, ano de pandemia e coisas ruins, fui surpreendida por uma resposta leve, pronta, fácil e engraçada. Algo  incomum. Uma forma profunda, alcançada pela dor que eu conhecia, mas ao mesmo tempo leve, levada pela persistência e vontade de um viver feliz. Um alguém sem medo de recomeçar. Sem compromisso, sem obrigação, apenas nos movendo pela vontade e por um dia gostoso seguido de outro melhor, de uma conversa profunda alternada por outra divertida. Tudo na medida certa. Foi assim que, de forma instintiva, inexplicável, e abominada pela razão, eu disse SIM.